FANDOM


Este artigo diz respeito ao universo ficcional desenvolvido na série de filmes Blade : O caçador de Vampiros.

Signoj.gif





O Hominis Nocturna Editar

No topo da cadeia alimentar, o Hominis Nocturna controla obscuramente as principais empresas do mundo. Estes seres, chamados vampiros , dividem-se em duas castas: os de sangue-puro, nascidos da união sexual entre dois da sua raça, e os de sangue-fraco, originalmente humanos, infectados pelo vírus vampírico produzido pelos do outro tipo, que se espalha pela corrente sangüíneas em setenta e duas horas. Indiferentemente desta classificação, eles possuem os mesmos poderes, e sofrem das mesmas fraquezas. Envelhecem várias vezes mais lentamente do que os homens, podendo viver milhares de anos, e, neste caso, necessitam suplementar sua alimentação com carne humana crua. Suas compreensões físicas podem chegar a serem dez vezes mais aguçadas que as dos mortais humanos, possuindo força, reflexos, agilidade, velocidade e sentidos que ultrapassam limites normais. Podem se curar rapidamente, sendo que um membro perdido não demora mais que dois dias para se regenerar (observação para os de sangue-fraco: não podem curar mais rapidamente cicatrizes que possuíam antes de serem transformados). Suas circulações sangüíneas são nulas e seus corações não batem, o que deixa seus corpos na temperatura ambiente e invisíveis à detecção de calor. Para matálos,danos no coração ou no cérebro precisam ser causados por prata ou alho (mas esta última opção não é muito acessível). A decapitação também é muito eficiente, podendo ser aplicada no pescoço ou simplesmente cortando o vampiro ao meio pelo tronco, sob qualquer ângulo, já que danificando sua coluna vertebral ele morre. Assim,quebrando o pescoço do morto vivo ou fincando em sua espinha estacas de qualquer material (isso inclui tiros de rifle), ele é destruído. Blade já matou, desarmado, muitos deles apenas torcendo seus pescoços ou esmagando as partes lombares de suas colunas, socando-as pela parte frontal da região torácica do vampiro (desnecessário mencionar que seus golpes foram extremamente potentes).

Damaskinos.jpg

Damaskinos

Danos a órgãos e ossos internos não causam efeito. Cruzes e água corrente não fazem nada. Eles são alérgicos a prata e alho (allium sativum),e o contato com estas substâncias lhes causa choque anafilático, além de poder remediar a transformação de uma vítima colocado em sua circulação sangüínea por meios líquidos. O alho também é letal se ingerido. O fogo e o ácido só são eficientes se destruírem por completo o corpo do vampiro, efeito muito difícil e demorado. Eletricidade pode incapacitálos temporariamente, se usada em grande quantidade. Raios solares ou ultra-violeta (UV) fazem qualquer parte do corpo do Hominis Nocturna queimar imediatamente, e ele pode explodir se exposto completamente ao sol. Eles também possuem deficiência total em produzir hemoglobina, portanto precisam ingerir sangue humano para sobreviver, usando seus caninos e garras retráteis extremamente afiados para tirar o nutriente de suas vítimas. Esta fraqueza édenominada a “sede”. Se sofrerem alta perda de sangue, ficam com hipotermia e precisam se alimentar imediatamente. Os vampiros possuem três vezes mais açúcar no seu sangue, além de fósforo e ácido úrico acima do normal, células vermelhas convexas e leucócitos binucleados. Estas últimas características os deixam bastante vulneráveis a anticoagulantes líquidos, tais como o EDTA, que uma vez na circulação do vampiro causa uma reaçãono seu sangue que faz seu corpo explodir em pedaços de carne. O uso do EDTA foi desenvolvido pela Doutora Karen Jenson.Esta substancia é muita temida, pois com ela o “Daywalker” eliminou La Magra , o Deus-Sangue (embora tenha sido necessária uma quantidade exorbitante do líquido). Karen também desenvolveu uma cura para o vampirismo que funciona tanto em sangues-puros como fracos, tratando a doença como um defeito genético semelhante à anemia hemolítica. O tratamento de Jenson é uma terapia genética que reescreve o DNA usando um retrovírus (usado também em anemia depranocítica). Na época que desenvolveu esta solução, Karen estava infectada e pesquisava a cura com o sangue de Blade. Quando morrem, os corpos dos vampiros são queimados por uma espécie de flashlaser que passa pelos seus corpos e os transforma rapidamente em pó com suas roupas. O mesmo ocorre com membros e outras partes corporais mutiladas, apesar disto não incluir sangue perdido e ossos extraídos, como seus poderosos caninos retráteis.


O Livro de Erebus Editar

Escrito em uma linguagem muito antiga e quase indecifrável, o Livro de Érebus contém toda a história dos vampiros, e é como sua Bíblia. Também contém várias profecias, entre elas a de La Magra , o Deus-Sangue dos vampiros, que pode ser ressuscitado através do sangue do Daywalker. Esta profecia foi decifrada pelo vampiro Deacon Frost, e o custo para realizá-la foi sua vida, uma vez que Blade não só o matou como eliminou La Magra, que estava na Terra pelo corpo de Frost. Talvez a maior e principal organização vampírica, formada pelas onze principais tribos de vampiros. Estende-se pela Ásia, Europa e Américas do Sul, do Norte e Central. Destina-se a dominar a raça humana pelas sombras e manter a tradição de sigilo do Hominis Nocturna. Sua sede encontra-se em Nova Iorque, mas a Casa está desorganizado agora que seus principais líderes sanguepuro, incluindo Gaetano Dragonetti, foram assassinados por Deacon Frost, em seu intuito de ressuscitar La Magra . Usam onze glifos referentes às tribos, além de um para indicação de refúgios e outro para suas casas de prostituição.


Os Arquivos do Livro de Érebus Editar

A Casa de Érebus perdeu, em ataques de Blade , várias das páginas do Livro de Érebus que possuía, mas continua vivo seu principal arquivista e tradutor, o obeso Pearl (que trabalhava secretamente para Frost). Os arquivos restantes encontram-se, como os destruídos encontravam-se, escondidos em bares de prostituição de menores, geralmente em partes subterrâneas, e são restritos à Casa de Erebus.


As Tribos da Casa de Érebus Editar

A Nação Vampira está dividida em onze casas, dez naturais e uma não-natural (ripper).

Ashe Editar

Vampiros descendentes da raça de sangue puro, hiper-vulneráveis às fraquezas vampíricas e aos perigos tóxicos do mundo atual. Combatem contra a contaminação da natureza por vestígios pestilentos, aos quais, dizem as lendas, são extremamente sensíveis.

Cianteto Editar

Estes vampiros eram originalmente uma tribo do México que foi ressuscitada pelo sangue das mesmas bruxas que deram o poder a Montezuma. Têm a força de dez homens e podem regenerar membros perdidos durante a batalha.

Dragonetti Editar

Tribo de magos de grande influencia desde a época pré-medieval, reencarnados e retornados à Europa como os primeiros vampiros de sangue puro. Dominam a liderança da Casa de Érebus.

Faustinas Editar

Acredita-se que estes vampiros conquistaram sua condição de sangue puro através de magia negra. Possuem grande força, e controlam mentes, materiais e elementos. Só podem ser eliminados com uma lança de prata no coração e decapitação, ou renascem mais poderosos.

Ligaroo Editar

Vindos da França, as lendas dizem que estes vampiros perdem a pele à noite, se transformando em bolas de fogo e perseguindo suas vítimas metodicamente. Alimentam-se da jugular, e são os únicos membros da casa que armazenam sangue para o futuro. Nenhum ligaroo atual realmente se transforma em chamas, mas eles acreditam que, assim como seus primeiros membros, nascerá um que poderá usar toda a fúria das chamas do Inferno.

Lemure Editar

Vindos de Roma, eram espíritos malignos que habitavam os mortos e os transformavam em predadores noturnos. Sedutores, freqüentam as sombras, raves e clubes góticos.

Kobejitsu.jpg

Kobejitsu

Kobjitsu Editar

Kobejitsu.jpg

Kobejitsu

Vindos do Japão, são chamados de Assassinos Ninjas da Morte. Fortes, ágeis e de vigor incomum, são identificados por seus olhos vermelhos esbugalhados e por serem os únicos membros da casa que não possuem uma sombra.

Lobishomen Editar

Estão ligados com os lobisomens do Brasil. Originalmente mortos por um lobisomem, os primeiros lobishomens voltaram como vampiros. Devido ao número de mortes causadas por lobisomens, estes vampiros formam a maior tribo da Casa de Érebus.

Pallintine Editar

Vindos da região dos Bálticos, são os ricos empresários da casa. Durante os séculos se infiltraram na agricultura, construção e alta-tecnologia, tornando-se incorporados na sociedade humana. Von Esper São os mais violentos e implacáveis vampiros da Casa de Érebus. Possuem um apetite voraz e são recrutados como assassinos experientes.

Upier Editar

Vindos da Europa Oriental, nascem com todos os dentes afiados e são temidos por poderem usar suas habilidades letais desde cedo.

Ripper Editar

Dissxiristo.jpg

Ripper

A Casa Ripper foi criada com a recombinação de DNA vampiro , à imagem e semelhança de Damaskinos, grande Pallintine.Com grande sede de sangue, e capacidade de rápida reprodução, atacam homens e vampiros indiscriminadamente.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória