FANDOM


Clube

Clube dos Autores

Clube dos Autores
é uma plataforma de auto-publicação.

HistóricoEditar

Fruto da união dos sócios Indio Brasileiro Guerra Neto, Ricardo Almeida e Anderson de Andrade, o Clube de Autores é a maior plataforma de autopublicação da América Latina que permite aos autores independentes publicarem suas obras sem tiragem mínima – sob demanda – e sem nenhum custo.

Fundada em maio de 2009, a startup nasceu a partir da experiência dos sócios como autores e ganhou notoriedade rapidamente no mercado editorial brasileiro, representando, hoje, cerca de 10% do total de livros publicados no Brasil.

No Clube de Autores, quem decide se quer ou não publicar é o próprio autor. Para isso, basta clicar em Publique seu Livro e seguir as instruções que aparecem na tela. Durante o processo, ele cadastrará o arquivo da sua obra, definirá o tipo de acabamento do livro, além de estabelecer o valor referente aos direitos autorais que deseja receber por cada exemplar vendido. Automaticamente, o sistema fará a contabilização do número de páginas, compondo o preço final da publicação e colocando-a à venda no site. Esse processo é totalmente gratuito para o autor.

Quando alguém comprar o livro, a obra será impressa e enviada ao comprador ou terá seu download autorizado (caso se trate de um e-book).

Há duas possibilidades de publicação: Impressa e E-book. O autor ainda pode disponibilizar suas obras em lojas parceiras, como Google Play e AgBook. Anualmente, o Clube de Autores promove o seu prêmio de Literatura Brasileira, onde todo autor pode participar com suas obras. O Clube também participa dos eventos literários mais importantes do país, como a Flip e Fliporto.

Outro diferencial totalmente relevante para o Clube de Autores é o fato de licenciar sua plataforma tecnológica para outras editoras.

No ano de 2013, o Clube de Autores se tornou a primeira plataforma de autopublicação a receber um aporte. O investimento foi feito pelo Fundo SC, gerido pela empresa FirCapital BZPlan e focado no investimento em empresas inovadoras.

Os sócios da FIR Capital são pioneiros em venture capital no Brasil, tendo um histórico de investimentos em companhias como a Akwan Technology, que foi vendida para o Google para acelerar seu ingresso no mercado brasileiro; a Miner Technology, vendida para o UOL; e a Biobrás S.A., vendida para a NovoNordisk.

A empresa tem como um dos seus acionistas a DFJ – Draper Fischer Jurvetson, um dos maiores gestores de venture capital do mundo, com mais de US$ 5,5 bilhões em sua carteira de investimentos e cerca de 550 empresas investidas, entre elas gigantes como Hotmail, Skype, Baidu, DivX e Overture.

Já a BZPlan contabiliza um histórico de 10 anos apoiando empresas inovadoras e, recentemente, ingressou no mercado de Venture Capital através do Fundo SC que já investiu em outras quatro empresas.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória